segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Inheritance - Ciclo da Herança - Livro 4 - Christopher Paolini

Enredo:
Começando com uma batalha, os Varden tentavam tomar Belatona. Durante a Batalha, Saphira é quase morta por uma Dauthdaert, Nirnem (a Orquidea), um instrumento feito por elfos para matar os dragões durante a Du Fyrn Skulblaka. Arya e Eragon dominam o senhor Bladburn, o muro cai por cima de Roran, não causando danos graves, uma vez que ele se encontrava numa área semi-protegida, e após tomarem a cidade formam uma aliança com os homens-gato e Grimrr Halfpaw (meia-pata). Nasce a filha de Elain, mas tinha o lábio fendido e Eragon tem receio de curá-la graças ao que aconteceu com Elva, mas é bem sucedido e ganha o respeito dos elfos. Eragon também melhora a esgrima a lutar contra eles (principalmente Arya) e seguindo dicas dadas por Glaedr. Roran é enviado para tomar Aroughts e é bem sucedido, mas o feiticeiro e amigo Carn morre. Depois disso é nomeado capitão. Quando os Varden se preparavam para tomar Dras-Leona, descobrem que Murthag e Thorn estão lá e não se arriscam a enviar Eragon, ficando parados. Jeod descobre tuneis por baixo da cidade e Eragon, Arya, Angela e um elfo de nome Wyrden seguem pelo caminho para abrir os portões. Wyrden é apanhado numa armadilha e morto, e os sacerdotes de Helgrind capturam Arya e Eragon que tencionavam dar a comer às crias de Raz'zac por nascer, uma vez que essas criaturas eram os seus deuses e que Eragon os matara. Angela e Solembum salvam-nos, esta com a lâmina mais afiada de sempre, Albitr, e o grupo mata o sumo-sacerdote durante a fuga. Saphira luta com Thorn, vencendo, e Eragon usa Aren para tomar a cidade. Enquanto Eragon e Arya bebiam juntos, Thorn ataca e Murtagh captura Nasuada, que daí em diante vai sendo torturada no castelo de Galbatorix, depois consolada por Murtagh, que sugeriu a sua captura ao rei para que não a matasse. Eragon torna-se líder dos Varden e enquanto estes marcham para Uru'baen, ele vai para Vroengard, onde está o Cofre das Almas, um depósito de Eldunarís e ovos de dragão. Este só é aberto após Eragon e Saphira descobrirem e dizerem os seus nomes verdadeiros, que não são referidos no livro. Um dos ovos era de Umaroth, dragão de Vrael, líder dos cavaleiros. Eragon leva os Eldunarí com ele, e enquanto os Varden tomam Uru'baen, ele, os onze elfos, Arya e Elva entram no castelo, passando por uma enormidade de armadilhas nas quais só não caíram graças a Elva. Os Varden também passam por dificuldades: Muitos elfos, incluindo Islanzadí, morrem às mãos de um homem com um grande Eldunarí no peito, morto por Roran apenas quando já estava enfraquecido. Galbatorix deixa os onze elfos fora de combate, e chamando o nome da língua antiga, ordena Murtagh e Eragon lutarem. Eragon vence, mas estava fraco e quando Galbatorix estava prestes a força-lo a unir-se a ele, Eragon decide que, se não pode fazer isso, pelo menos pode demonstrar ao rei Tirano o quanto era horrível, lançando juntamente com os Eldunarís um feitiço sem palavras do qual Galbatorix não se consegue defender e que o deixa angustiado. Enquanto isso, Arya usa a Dauthdaert para matar Shruikan, e Murtagh mudara com o tempo o seu nome verdadeiro, porque gostava de Nasuada, e ajuda Eragon a matar o rei. Depois, decide que não seria bom para Nasuada que ele ficasse, e apesar de ela chorar, deixa-o ir. Ele parte, para norte e para bem longe. Nasuada é nomeada a grande rainha e Eragon ajuda durante meses a restabelecer a paz em Alagaësia, visitando o túmulo de Brom, o seu pai, e Arya (que passou esse tempo em Ellésmera) regressa e diz que é a Rainha dos Elfos e cavaleira do dragão verde, Fírnen, que acasala com Saphira. Arya e Eragon dizem também os seus verdadeiros nomes um ao outro, e torna-se óbvio que Arya gostava dele, mas ela não queria abdicar do trono e Eragon decidira criar os dragões fora de Alagaësia, e decidiram que não poderiam acabar juntos. Eragon e alguns elfos iam partir, mas antes disso ele festeja em Ellésmera com os elfos, Katrina, Roran e a filha Ismira, com os Anões e o rei Orrin, lá Eragon visita Sloan e lhe recupera a visão. Forja uma nova aliança dos cavaleiros, à qual uniu não só elfos e humanos, mas também anões e urgals. Não perderá o contacto com Alagaësia graças à magia, mas nunca mais vai voltar. Arya segue com ele, olha-o nos olhos e vai-se embora sem olhar para trás. Eragon chora, mas ele e Saphira não estavam sozinhos. E segue caminho, rumo a terras sombrias.


Nenhum comentário:

Postar um comentário