quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Resenha: Dançando sobre Cacos de Vidro - Ka Hancock

Informações do livro:

Autor: Ka Hancock
Editora: Arqueiro
Ano: 2013
Páginas: 300
Onde Compra: SubmarinoSaraiva e Buscapé
Sinopse:
Lucy Houston e Mickey Chandler não deveriam se apaixonar. Os dois sofrem de doenças genéticas: Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama muito agressivo e Mickey, um grave transtorno bipolar. No entanto, quando seus caminhos se cruzam, é impossível negar a atração entre eles. 
Contrariando toda a lógica que indicava que sua história não teria futuro, eles se casam e firmam -por escrito - um compromisso para fazer o relacionamento dar certo. Mickey promete tomar os remédios. Lucy promete não culpá-lo pelas coisas que ele não pode controlar. Mickey será sempre honesto. Lucy será paciente. 
Como em qualquer relação, eles têm dias bons e dias ruins - alguns terríveis. Depois que Lucy quase perde uma batalha contra o câncer, eles criam mais uma regra: nunca terão filhos, para não passar adiante sua herança genética. 
Porém, em seu 11° aniversário de casamento, durante uma consulta de rotina, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado. De uma hora para outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor.


Vamos a resenha: 

"Lucy me amava - mesmo com parafusos soltos, peças sobressalentes e partes danificadas. Ela amava o pacote todo."

Lucy Houston tem um grave histórico familiar de Câncer, e Mickey Chandler tem um grave transtorno Bipolar. O que seria impensável, acontece: Lucy e Mickey se apaixonaram e ficam juntos, criando várias regras para o relacionamento dar certo, como, por exemplo, Mickey será sempre honesto e Lucy será paciente. 

Depois de um grave acontecimento na vida de Lucy, eles criam mais uma regra, nunca terão filhos. Porém, em uma consulta de rotina, o impensável acontece e tudo muda. Nervosismo, apreensão, isso passa a fazer parte da vida do casal, mas será que só com amor eles sobreviveram a essa provação? 


Comentários: 

"Lucy, todo casamento é uma dança: complicada às vezes, maravilhosa em outras. Na maior parte do tempo não acontece nada de extraordinário. Com Mickey, porém, haverá momentos em que vocês dançarão sobre cacos de vidro. Haverá sofrimento. Nesse caso ou você fugirá ou aguentará firme até o pior passar."

Às vezes um livro lhe faz pensar sobre muitas coisas, às vezes não... E agora lhe pergunto, e quando o livro faz os dois? Ele lhe impõe diversos motivos para pensar e ao mesmo tempo não lhe dá espaço para tal, bom, "Dançando sobre Cacos de Vidro" foi assim, sua história me arrebatou, me impões diversos motivos para pensar, mas não consegui, sua história não me deu espaço para tal e não pude pensar com clareza, mas espero poder fazê-lo. 

Minha história com este livro é desde o seu lançamento, sempre tive interesse em lê-lo, principalmente por causa de sua capa e sua sinopse, mas não obtive oportunidade e acabei por deixar de lado, mas em um dia, não me lembro a data, minha prima(<3) me deu ele de presente e cara, fiquei muito feliz!! Mas eu o deixei na estante por um tempo, até que, o Victor do Geek Freak anunciou a #MLI2015, e em um dos desafios estava proposto ler um livro que havia sido ganhado, portanto, eu logo pensei "Dançando Sobre Cacos de Vidro" e, tenho certeza, não me arrependi. 

"Li a carta tantas vezes que dava para ouvir a voz de Lucy saindo do papel. Meu Deus, como eu a amava. Só Deus sabe o que teria sido de mim se ela não tivesse cruzado o meu caminho no seu aniversário de 21 anos. Mas Lucy me encontrou e acreditou em mim. Ela me amou."

A história é emocionante, cada acontecimento me deixava estarrecido, Mickey e Lucy formou um casal surpreendente e muito digno de minha atenção, eu consumi cada página esperando algo, e sempre obtive o que eu esperava. Eles, com certeza, é um casal forte, que deixa os outros admirados por sua coragem e força, mesmo diante de situações péssimas, eles nunca fraquejaram... 

O livro fala sobre câncer e problemas mentais, e fala também quando ambos se encontram, pois Lucy tem um terrível histórico familiar de Câncer, e Mickey tem um grave transtorno Bipolar. Acima de tudo, esse livro trata da superação, seja da doença ou de acontecimentos, o que importa é que, não importa o quão terrível esteja, o amor sempre prevalece. 

"Acariciei o rosto de Mickey e pensei naquele dia, muitos anos antes, quando Gleason me falou como seria a nossa vida. Não demorou para que eu entendesse o que ele quisera dizer. Cacos de vidro. Nesse momento, estávamos descalços e dançando sobre um mar de cacos de vidro. Por mais verdadeiro que isso fosse, porém, Mickey sabia que eu dançaria com ele para sempre se pudesse, mesmo que meus pés sangrassem."

Os personagens foram algo muito especial á parte, adorei cada um, simplesmente cada um teve seu lugar na história, fazendo ela segui adiante e ser o que é, maravilhosa! Eu adorei o Mickey, mesmo com seus problemas ele sempre manteve um pouco de sanidade e prevalecia sobre seus problemas e perdas. Lucy foi um anjo, doce e cuidadosa com todos, sempre tirando e vendo o melhor em tudo, simplesmente um exemplo de pessoa. A descrição dos cenários foi simples, mas de fácil imaginação. 

A edição do livro é linda! Essa capa sempre me chamou bastante atenção, na verdade ela que me fez ler a sinopse e ficar mega curioso para lê-lo! A diagramação é simples, com bom tamanho de fonte e os capítulos são numerados. 

O amor muitas vezes adoece, mas nunca morre.

13 comentários:

  1. Eu sempre fui curiosa em relação a essa obra devido a carga dramática presente nesse título.
    E ao ler sua resenha percebi que o título faz jus a obra.
    Com certeza esse está na minha wishlist espero poder o ler em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. eu não conhecia o livro e lendo sua resenha, percebo que - apesar de ser um romance , que não sou lá muito fã, iria gostar da leitura, pela carga tensa que ele traz... se eu tiver chance, vou ler...

    ResponderExcluir
  3. Câncer e Transtorno bipolar? Caraca, que barra!
    Quanto a lance de pensar e não pensar, fiquei confusa. Sua resenha me deixou curiosa, não sabia da existência do livro, ou não lembrava, mas curti bastante.

    ResponderExcluir
  4. Ai, meu Deus... que complexo. Eu quero muito ler a obra, porque sick-lit é um gênero capaz de me emocionar e inspirar a viver melhor. Aprendemos com os personagens e espero que a história dessa protagonista venha se tornar parte dos enredos mais marcantes que terei lido um dia.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Eu adorou livros com esse estilo de história por mais que eu tenha achado um pouco clichê
    Sua resenha ficou muito boa
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro um drama, e esse livro parece ser um, e bem forte. Gostaria de lê-lo e ver como a autora tratou de temas tão fortes como a bipolaridade, que não é muito utilizado nos livros; pelo menos nos que já li. Com certeza é um livro que vai para a minha lista de desejados.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Luan!
    Que história complicada! Eu sempre vejo comentários sobre como esse livro é bom, mas ainda não tinha parado para ler uma resenha e agora fiquei bem curiosa sobre o que vai acontecer com esse casal. Sua resenha ficou ótima e Dançando sobre cacos de vidro já foi para minha lista de desejados!
    Abraços
    sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oii, nunca li muito nesse estilo mas adorei esse!! Parece ser bem forte e fara eu sair da minha zona de conforto!

    Abraços.
    lendocomobiel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Luan, meu namorado leu esse livro e quando acabou me deu.
    Isso faz uns dois anos e ele está aqui parado na minha estante.
    Ele também ficou um pouco dividido em relação ao livro, mas diferente de você ele não gostou do Mickey.
    Espero poder ler em breve e com certeza me emocionar com a história.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Eu tive oportunidade de ler esse livro esse ano e gente, que livro incrível, não é mesmo? Eu gostei muito do romance dele, mas o melhor foi a forma que a autora descreveu e mostrou o transtorno de Mickey e também como ela trabalhou toda a tristeza do casal. Enfim, eu fiquei muito feliz em ver que esse livro também te agradou, porque ele é um dos meus favoritos, tanto que fica difícil comentar sobre kkkk

    Beijos :*
    Larissa - srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Esse é aquele livro, para ser levado para vida. Um dos melhores livros da minhas vida até agora. Li e amei, favoritei. Nem tenho palavras para descrever o quanto é bom.
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá Luan,
    Não sei se estou no momento certo para esse tipo de leitura - mais tempo para estudo, menos para grandes emoções com a leitura-, mas acho que consideraria ele,talvez, para minhas próximas leituras. Boa dica, de qualquer forma.

    Beijos,
    Miss Sorrisos Blog
    Twitter|Instagram


    ResponderExcluir
  13. Acho que esse é o tipo de livro que vc vive os acontecimentos junto com os personagens, tendo tempo para reflexão após a leitura, pois durante vc acaba mergulhando nos acontecimentos, certo?
    Anotei a dica aqui, e pretendo ler em breve

    ResponderExcluir